No dia 23 de novembro de 2016, após 4 meses participando do 1o XFactor Brasil, Cristopher foi anunciado vencedor do programa e, contra todas as previsões, provou que é possível ganhar um desses programas cantando rock.

Sua carreira, no entanto, começou bem antes disso.

Além das músicas que fizeram sucesso no programa, o álbum terá algumas versões e também composições próprias.

Cristopher nasceu em Santos há 43 anos. Seu primeiro ídolo foi Michael Jackson. Em 1985, ouviu ‘We are the
world’, apaixonou-se pela música e começou a fazer shows nas festas da família imitando as diferentes vozes
da canção. Já na adolescência, conheceu o rock e quis tocar bateria. Infelizmente, havia um baterista melhor na turma e um amigo deu a ideia dele assumir os vocais da banda. Sem outra opção, topou e, já nos primeiros ensaios, seu talento se tornou evidente. 

Obsessivo, Cristopher passou a estudar muitas horas por dia, sempre inspirado por seus ídolos, como Bruce Dickinson, Ronnie James Dio, Glenn Hughes e Stevie Wonder. Passou por várias bandas relevantes no cenário do rock santista. Chegou a lançar alguns álbuns e se apresentou em palcos ilustres, como o do Rock in Rio 3, Credicard Hall, Canecão e Programa do Jô.

Apesar de ter o rock no DNA, em 94 a necessidade de se reinventar constantemente para conseguir viver de músico o levou ao pop. Com o tempo, tomou gosto também por esse estilo. Devido à sua versatilidade, é frequentemente convidado a fazer tributos, tanto ao vivo, quanto em álbuns. A lista é longa, indo de Black Sabbath a Stevie Wonder, passando por The Police, Audioslave, George Benson, Iron Maiden, Michael Jackson, Beyoncé, Deep Purple, Bruno Mars e vários outros.

 

Screen Shot 2017-05-27 at 13.53.07.png

No começo de 2016, gravou um vídeo cantando We are the World no estúdio de um amigo e inaugurou um canal no YouTube e uma página no Facebook. A repercussão por conta da capacidade de imitar com perfeição tantas vozes masculinas e femininas lhe abriu as portas da primeira edição do X-Factor Brasil. Lá, concorrendo com 30 mil participantes, Cristopher superou as várias etapas do programa, sempre arrancando elogios dos jurados por conta de suas interpretações. 

No momento, está trabalhando com o produtor Rick Bonadio (seu mentor no programa) na finalização do álbum que será lançado em março de 2017 pela gravadora Sony Music. Além das músicas que fizeram sucesso no programa, o álbum trará algumas composições próprias.

Ao contrário do que se especula, Cristopher Clark não é um nome artístico. E apesar de, hoje, ser considerado um dos melhores cantores do Brasil, ele continua adorando tocar bateria.